quarta-feira, 12 de março de 2014

Trocando o Medo pela Coragem

Quando temos um compromisso que temos dúvida de nossa capacidade em realiza-lo ou apenas nunca fizemos antes e não sabemos como irá transcorrer, é natural que venha um medo, um frio na barriga, ansiedade extrema e outros sintomas, alguns sentem mais e outros sentem menos, mas não há quem nunca tenha sentido isso.

Para esse tipo de situação eu aprendi a muito tempo um conjunto de tecnicas que podem transformar este medo paralizante em um impulso de coragem e confiança, mas antes de falar sobre essas tecnicas vou explicar por que sentimos tamanho medo e ansiedade perante algumas situações.

Quando nos preparamos para apresentar um trabalho por exemplo, tentamos formular um plano em nossa mente, algo estruturado como um roteiro que tentaremos seguir a risca, desejamos ter exito em transmitir a idéia desta apresentação do trabalho e também queremos que as pessoas nos apreciem e reconheçam o nosso valor. Isto é o primeiro passo, a preparação, mas só isso não basta.

Os antigos Xamas Toltecas, segundo nos conta Carlos Castañeda, faziam esse planejamento e chamavam isso de inventário, só que eles iam além, após formular todo o inventário, seja do nosso exemplo do trabalho ou de outras ações diárias, no momento em que se consideravam prontos eles JOGAVAM FORA O INVENTÁRIO, isso mesmo, esqueciam tudo e partiam de fato para a ação com confiança total, pois ja haviam feito tudo que é possível em termos de planejamento e continuar nesta esfera de atuação não faria sentido. Neste momento a mente deve esvaziar-se de todo e qualquer conceito para dar espaço a uma outra inteligência, uma inteligência intuitiva e filosófica. Adicionalmente estes xamas consideravam-se guerreiros e toda atividade diária era como sua ultima batalha sobre a terra.

Se nos deslocar-mos para outro exemplo, uma batalha por exemplo. Após toda a preparação e os treinos, chega a hora da batalha e aí o que conta é a ação, simplesmente agir com confiança total, preparado para a morte. Faz sentido neste exemplo não é?

E em qualquer outra situação faz o mesmo sentido, nós é que nos acostumamos a racionalizar e re-racionalizar em um circulo vicioso sem nunca agir de forma genuina, de coração, sem reservas, preparado para qualquer coisa.

A tecnica que encontrei e que talvez possa servir para você também, não é nada complicada.

Em um momento da minha vida, eu dava treinos de artes marciais, e todo dia que tinha treino eu ficava extremamante ansioso, com frio na barriga, perdia o tonus muscular, ficava apavorado, mas em um certo dia tudo mudou, foi uma mudança interna que fez toda diferença.

Ao invez de sentir o frio na barriga eu levei essa sensação para o coração, e como que por mágica o calafrio do medo se transformou em um calor no centro do peito e pura confiança e alegria interior.

E o melhor de tudo é que não foi uma experiência isolada, funciona todas as vezes, é como um interruptor de uma lampada que está apagada e está tudo escuro, uma vez que descobrimos onde se localiza este interruptor podemos acende-lo sempre que quisermos.

Neste estado de consciência, ja não importa mais o inventário, podemos joga-lo fora pois sabemos que está tudo dentro e no momento exato vão aparecer, mas no momento exato, nem antes nem depois.

Um abraço;

SamuelOss.com

Tags

Filosofia Esoterismo Carlos Castaneda Buda História Ocultismo Toltecas Artes Marciais Ciência Política Don Juan de Matus Religião Budismo Consciência Educação Física Quântica Inteligência Jedi Mestres de Sabedoria Mistério Star Wars Zen Budismo A erva do diabo Albert Einstein Artes Culpa Deus Emoções Energia Gregos Hinduísmo Intuição Jesus Liberdade Maya Medos Natureza Platão Psicologia Renascença Renascimento Sith Tempo Teorias de Conspiração Universo Vibrações Virtudes Vontade enfrentar os medos iChing medo Alcorão Amit Goswami Amizade Apolônio de Tiana Asceta Astrologia Baghavad Gita Bardo Thodol Bem Bom Budhi Bíblia Carlos Castaneda expansão da consciência Carma Cortesia Cosmos Criança Cristianismo Céu Darth Vader Desinformação Deuses Dhamaphada Discípulo Diálogo Ecologia Escola de mistérios Esparta Espreita Espírito Fadas Faraó Fogo Física da Alma Guerreiro HPB Helena Petrovna Blavatsky Hierofantes Humor Idealismo Inferno Krishna Linhas de Força Livros Logos Magia Maomé Matrix Mecânica Quântica Michel Echenique Isasa Mitos Moral Morte Música O fogo interior Orfeu Ovo de Luz Pacto Pirâmides Poluição Problemas Profecia Psicossomatica Reis Romanos Sabedoria Saltimbancos Samurai Saúde Sebos Sentimentos Ser magoado Skywalker Sol Sábios Sócrates Terra Tradição Triângulo Ventos Astrais Violência a voz do silêncio aceitação afrodite ansiedade apolo ares arthemis arthemisa atena athena coragem destino deuses gregos dionísio doutrina secreta espartanos feliz dia das mães ficar magoado ideais idéias krishnamurti lu andarilho lu conduta marte mágoas o poder do silêncio o presente da águia objetivos os 300 os 300 de esparta polaridade consciência portões de fogo provérbio raiva reencarnação silêncio stress teoria quântica termópilas